Saúde mental: cuide do seu corpo e da sua alma

Saúde mental: cuide do seu corpo e da sua alma

O conceito de saúde mental é definido como um estado de completo bem-estar físico, mental e social. Ou seja, segundo a própria Organização Mundial da Saúde (OMS), ter a saúde mental em dia não significa somente a ausência de doenças ou enfermidades.

Confira #9 hábitos para abandonar da sua vida, que prejudicam o seu bem-estar em todos os aspectos.

#1 hábito - Não dormir direito prejudica a saúde mental


Dormir menos do que o necessário pode gerar estresse para você e para o seu corpo de diversas maneiras. Uma noite mal dormida já é o suficiente para que a negatividade tome conta do restante do seu dia. 

- Você sente mais fome, acaba comendo mais e de maneira menos saudável;

- Não estará com a melhor aparência e nem com o melhor humor. Dormir menos envelhece sua pele e diminui o desempenho do seu sistema imunológico;

- Possui maiores chances de perder o controle emocional, ou seja, suas emoções vão acabar te controlando;

- Perde o foco mais facilmente e tem problemas de memória;

- O risco de sofrer um AVC é multiplicado por quatro (=0), quando a pessoa dorme menos de seis horas por noite;

- O risco de obesidade, diabetes, doenças cardíacas e de alguns tipos de câncer é aumentado;

Então, lembre-se: no mínimo 6 horas de sono TODAS AS NOITES!

#2 hábito - Não cuidar dos dentes


O cuidado com os dentes não está ligado somente à estética, pois o nosso sorriso influencia a nossa qualidade de vida. 

Sabia que estudos publicados pela University of Rochester Medical Center de Nova York apontam que os ossos da face são modificados conforme o passar dos anos? Essas alterações contribuem para que uma pessoa aparente ter mais idade do que realmente tem.

#3 hábito - Negligenciar a terapia 

Mesmo em pleno século XXI algumas pessoas ainda consideram tabu falar sobre terapia ou até mesmo fazê-la. Porém, a terapia não é coisa de “gente maluca”. Bem pelo contrário! Ela auxilia a cada um de nós o alcance de uma relação saudável consigo mesmo e com o ambiente e pessoas ao seu redor.

No mundo acelerado em que vivemos, torna-se indispensável entender seus sentimentos e compreender o seu papel dentro da sociedade. 

Vivemos em uma realidade onde as redes sociais guiam grande parte de nossas decisões e objetivos de vida (alô, O Dilema das Redes). Porém, é preciso entender que cada um possui as suas habilidades e ambições.

A terapia que nos ajuda a entender isso.

Se toda essa explicação não te convenceu, dá uma olhada nessas 5 razões que vão te levar a procurar ajuda de um profissional qualificado:

  1. Livrar-se de dependências
  2. Aumentar a autoconfiança
  3. Conviver com o medo
  4. Lidar com os sentimentos
  5. Criar relações saudáveis

#4 hábito - Seguir dietas doidas


Para muitos, a palavra dieta significa emagrecer. Mas não é bem isso não, viu?

A verdade é que precisamos buscar a reeducação alimentar. Ou seja, aprender a comer de forma saudável e equilibrada, garantindo a sua saúde e do seu corpo.

Padrões estéticos estão expostos o tempo todo em redes sociais. Modelos que possuem o corpo perfeito, gente que só se alimenta de salada e faz meditação. Precisamos adaptar o que comemos à nossa rotina de trabalho, estudos e exercícios.

Cada corpo é diferente. Cada metabolismo é diferente. E tamanho não é documento! Livre-se da balança e sinta-se bem consigo mesmo. Se quiser mudar a alimentação, mude. Mas que essa mudança seja o melhor para você!

#5 hábito - Conviver com pessoas que te diminuem

Desapegar, segundo o dicionário, significa: tornar(-se) desafeiçoado ou menos afeiçoado a “tal coisa”. Parece um tanto forte, não é mesmo? Mas é real!

É preciso aprender a desapegar de tudo que não te acrescenta e não te traz felicidade. Seja o desapego de coisas materiais, quanto de pessoas. Por que manter contato com quem não te ajuda a crescer?

Pessoas, amigos e família devem ocupar em nossa vida um espaço de apoio, de segurança e de amor. Precisam ser pessoas que te ajudem a crescer e entendam como funciona uma relação leve e saudável. Mantenha do seu lado quem te ergue, sempre!

#6 hábito - Evitar conversas importantes

síndrome de Peter Pan chega para todos (kkk). Mas ninguém pode ser criança pra sempre. É preciso aprender a enfrentar a vida adulta.

Resolução de problemas precisa ser algo possível para você e o diálogo é a melhor forma para resolver isso.

Ninguém tem bola de cristal para adivinhar o que o outro está sentindo ou pensando, então fale, dialogue e enfrente os momentos.

#7 hábito - Comprar sem real necessidade

Estamos chegando em uma época do ano em que as promoções aparecem por todos os lados!!!

Mas cuidado! Você realmente precisa de uma máquina de fazer bolhas porque ela está pela metade do preço? Reflita!

Comprar por impulso é um hábito que precisa sair já da sua vida. Pensa em tudo que você planejou, economizou e organizou para realizar aquele seu outro sonho. Continue nele, foque nele.

Conquistas à longo prazo nos trazem mais felicidade sim! E não estou dizendo que você não pode, mas que vale a pena o exercício de pensar duas vezes antes de finalizar a compra! 😉

#8 hábito - Não beber água


Não é mito: o nosso corpo precisa sim de, pelo menos, 2 litros de água por dia.

“Ah, mas eu não tenho sede” ou “Eu sempre esqueço”. Não seja por isso! 

Existem diversos aplicativos que nos ajudam a lembrar de tomar água durante o dia, como o: Beber Água, Beba Água ou Aqualert. Eles são programados automaticamente para te lembrar de ingerir líquidos durante o dia.

Uma dica mais importante ainda é: leve sua garrafinha para todos os lugares. Dessa maneira você estará cuidando da sua saúde e também do planeta.

#9 hábito - Tentar agradar todo mundo

Aprender a dizer “não” é fundamental para o seu sucesso!

Você é aquela pessoa que não consegue dizer “não”? Mesmo cheio de coisas, sem saber por onde começar, ainda aceita mais uma tarefa?

Dizer “sim” para tudo e todos pode te gerar muitos problemas, porque em algum momento não vai ser possível dar conta de tudo...

É normal querer agradar e se mostrar útil. Porém, não somos robôs e o dia só tem 24 horas. Aprenda a selecionar aquilo que você pode fazer. E o que não puder, paciência! Resolva, como falamos antes, através de diálogo.

Gostou das dicas? Que tal começar implantando pelo menos uma delas na sua rotina essa semana? 😉

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.