Guia de transição para o condicionador e shampoo em barra

Guia de transição para o condicionador e shampoo em barra

Quando decidimos criar um guia de transição para o condicionador e o shampoo em barra, o questionamento abaixo foi um dos primeiros a surgir:

Você já parou para pensar na quantidade de químicos e substâncias que você coloca para dentro do seu corpo todos os dias?

Na alimentação, na água e até mesmo nos shampoos e cosméticos existem diversos ingredientes, informados em letrinhas pequenas e que a gente não entende quase nada sobre…

Vale a pena parar e refletir sobre o que realmente é viável colocar para dentro do seu organismo.

Cada cabelo possui seu estilo, sua cor, seu formato e suas peculiaridades. E o primeiro passo é aprender a entender as suas necessidades e aceitar a sua beleza individual.

A gente não tá dizendo que você não pode mudar o estilo, a cor e o formato de seu cabelo. Muito pelo contrário: MUDE, sempre que quiser!

O mais importante é tratá-lo com carinho e com produtos que beneficiem a sua saúde.

Estou em fase de transição: é normal o cabelo reagir de forma estranha ao utilizar o condicionador e shampoo em barra?

Pensa comigo: uma vida inteira de substâncias químicas cheias de ingredientes agressivos. Do nada, você começa a utilizar cosméticos naturais e veganos.

É muito provável que o seu cabelo vai estranhar! Mas isso é apenas no começo.

Transição, conforme o dicionário, significa: passagem de um lugar, de um estado de coisas, de uma condição a outra. Ou seja, você está passando por uma mudança!

Vamos dar um exemplo prático:

O Sulfato, ingrediente sintético presente na composição da maior parte dos shampoos de frasco possui a função de limpar tudo. Ele tira até o sebo natural do nosso cabelo.

Com a transição, o nosso cabelo demora um pouco a entender que a reposição deste item não é necessária, portanto, é normal, E REPITO, normal, o cabelo ficar "ensebado" durante um período de tempo.

As fases do cabelo ao utilizar condicionador e shampoo sólido

Muitas pessoas experienciam o aumento da oleosidade, como explicamos acima.

Porém, fatores externos também influenciam nas fases pelas quais o nosso cabelo passa.

O momento atual, de isolamento social, é um grande desencadeador de ansiedade e estresse, sentimentos que afetam diretamente a nossa saúde e a do nosso cabelo (mas vamos falar mais detalhadamente sobre isso, em outro momento).

Saímos do inverno faz pouco tempo, o cabelo estava mais seco, com mais caspas e vamos combinar: quem consegue lavar o cabelo todos os dias quando a temperatura marca menos de 15º?! (kkk).

Enfim, seu cabelo já veio de uma experiência invernal, seja paciente com ele.

Outro fator externo de interferência é a água!

Sim, isso mesmo que você leu. Já reparou que quando a gente viaja, sentimos de primeira as mudanças que a água do local causa nos nossos cabelos? Pois é, com o produto natural acontece isso também, porque ele faz parte da natureza e interage com os fatores presentes ao seu redor.

Paciência é a chave para utilizar cosméticos em barra

Você pode se jogar na transição, de cabeça, corpo e cabelos.

Ou pode optar por realizar a mudança aos poucos. Afinal, o que mais prezamos por aqui é o respeito às necessidades naturais que o seu cabelo e sua pele solicitam.

Dicas para quem quer ir com calma:

  • Primeiro substitua o condicionador, não necessariamente por um produto orgânico, mas procure por aqueles que não contenham derivados de petróleo (parafinas, óleo mineral, petrolato) e silicones.
  • Continue hidratando o seu cabelo semanalmente, com máscaras menos agressivas, de óleos vegetais puros, por exemplo (óleo de coco e azeite de oliva são maravilhosos!).
  • Evite tinturas, descolorações, progressivas, botox e outros procedimentos realizados em salões de beleza.
  • Após duas semanas do primeiro passo (substituição do condicionador), você pode substituir o seu shampoo. Pode ser por um orgânico ou algum outro livre dos químicos citados acima. O importante é se manter persistente para completar a transição e cuidar da saúde do seus cabelos.

E você, já passou por algo similar ao realizar a transição do shampoo normal pelo shampoo sólido? Conta pra gente!

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.