Cabelo caindo? Entenda a influência da ansiedade e do estresse

Cabelo caindo? Entenda a influência da ansiedade e do estresse

Hey, tem enfrentado problemas com cabelo caindo? É possível que o estresse e a ansiedade estejam relacionados, sabia?

O nosso estado emocional afeta todo o nosso corpo! É fato.

Ele afeta nossa saúde mental, física, espiritual e também a forma como nos relacionamos com as outras pessoas.

E ela também afeta os nossos cabelos? Sim, novamente.

Para saber mais, siga a leitura do artigo.

Cabelo caindo: o que pode ser? O seu emocional está mais relacionado do que você imagina!

Em tempos de isolamento social, a nossa saúde como um todo vem passando por diversos testes: não podemos abraçar, beijar e dar a mão para quem amamos. Além disso, muitas vezes, nem podemos ver amigos queridos.

Nosso trabalho também aumentou e já não damos mais conta de colocar o sono em dia.

Preocupações, angústias, noites mal dormidas...

Uma grande consequência disso, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, é a queixa de surgimento ou piora das doenças psicodermatológicas, ou seja, doenças de pele relacionadas com a saúde mental dos pacientes.

As maiores queixas estão no aumento da queda de cabelos, piora da dermatite atópica, agravamento da psoríase e retorno das manchas brancas de vitiligo que já estavam pigmentadas.

A Dra. Marcia Senra ressalta a comprovação de que estresses psicológicos funcionam como gatilho para o aparecimento de quadros como os citados acima.

Segundo ela, o estresse estimula uma série de reações do nosso sistema neuroendócrino, diminuindo a nossa imunidade e, consequentemente, causando o surgimento de doenças de pele e cabelos.

MAS CALMA, TÁ? A gente não quer te apavorar. Continua a leitura que vamos trazer algumas diquinhas mara. Na vida, tudo tem solução!

"Meu cabelo tá caindo muito! Quais sinais indicam que há algo de errado?"

Se você tem:

  1. Queda de cabelos;
  2. Oleosidade intensa;
  3. Caspa;
  4. Surgimento de cabelos brancos (quando muito jovem).

É hora de ficar de olho na sua saúde como um todo, porque algo está errado...

Quando nos deparamos com uma grande quantidade de estresse, nosso organismo libera o cortisol, conhecido como o hormônio do estresse.

Esse hormônio é altamente atraído pelo folículo capilar e a sua presença pode ocasionar a queda de cabelos, por exemplo. Essa queda dos fios pode acontecer durante o período de estresse ou até mesmo meses depois.

A presença do cortisol também interfere na produção de sebo do couro cabeludo, ou seja, pode causar uma oleosidade excessiva. A tendência é de que no inverno isso ocorra com mais intensidade, pois nessa época do ano a lavagem dos cabelos ocorre com menos frequência.

Os efeitos colaterais agem como um efeito dominó. Por exemplo, o aumento da oleosidade é um fator que leva ao surgimento da caspa, que com o sistema imunológico debilitado, pode levar ao surgimento do fungo Malassezia globosa, causando até mesmo leveduras na pele e couro cabeludo.

Vish maria, daí você já viu toda a cena, né?

Cabelo branco: jovem pode ter? É normal?

Outro efeito colateral que pode ser causado pelo estresse é o surgimento de cabelos brancos. Uma pesquisa realizada pelo cientista brasileiro Thiago Mattar Cunha, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (SP) e pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, aponta o estresse como um dos desencadeadores desse efeito.

Na pesquisa, a aposta é de que, quanto maior o estresse, mais os fios tendem a embranquecer.

Cabelos grisalhos são lindos demaaaaaais, mas a chegada muito antes da hora pode ser um sintoma de que você anda muito estressada, tá?

E agora, como cuidar disso tudo?

Primeiro passo: respire. Você não precisa de mais um fator gerador de estresse na sua vida.

Segundo passo: Se o caso for muito grave, é necessário buscar a ajuda de um profissional de dermatologia, pois somente ele vai ser capaz de responder todas as suas dúvidas e indicar o tratamento adequado.

Terceiro passo: Invista em bons hábitos como a prática de algum exercício, aliada a uma alimentação saudável, boas horas de sono e outras atividades que te deixem feliz, como assistir a um filme, ler um livro ou até mesmo mexer no jardim.

Quarto passo: Cuidados com a pele e cabelos! Utilize produtos menos agressivos, sem químicos e produtos que fazem mal para o seu corpo. Invista em cosméticos mais naturais e saudáveis, como os da Green Home.

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.